Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nesta quarta, 100% das malas de voos internacionais serão inspecionadas

Auditores da Receita Federal prometem operação-padrão nesta quarta-feira em todos os aeroportos internacionais brasileiros

Com o intuito de chamar a atenção da população e do governo federal para o aumento salarial da categoria, os auditores fiscais da Receita Federal vão fiscalizar 100% das bagagens dos passageiros vindos dos voos internacionais na quarta-feira, 4 de abril.

Segundo o Sindifisco Nacional (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil)o governo se recusa a cumprir a Lei 13.464/17, que dispõe sobre o aumento.

A operação-padrão nas bagagens vai começar no desembarque do primeiro voo internacional do dia. O presidente da entidade, Cláudio Damasceno, estará à frente de um ato no terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, a partir das 10h. O Aeroporto Internacional de São Paulo é o mais movimentado do país. Em 2017, recebeu 37,7 milhões de passageiros — 3,2% a mais do que no ano anterior.

Nos demais aeroportos do país com chegadas do exterior também haverá manifestações, como Tom Jobim (RJ), Viracopos (SP), Confins (MG) e JK (Brasília).

Semana do Canal Vermelho

A mobilização dos auditores vem acontecendo desde novembro passado, com operações pontuais, incluindo a diminuição de profissionais nos postos de trabalho. Porém, desde domingo e até o dia 7, os auditores fiscais praticam a Semana do Canal Vermelho, em que há fiscalização total de cargas nos portos, aeroportos e fronteiras, aumentando o tempo médio de desembaraço. Até então estava sendo evitada a operação com passageiros, mas ela vai ser realizada nesta quarta-feira.

O sindicato reforça que perecíveis, medicamentos, insumos e equipamentos médicos e laboratoriais, além de translado de despojos, estão fora desse crivo.

Na sexta-feira, 6, a comitiva vai aos ministérios da Fazenda e do Planejamento entregar carta informando a paralisação total, que será mantida até a regulamentação do Bônus de Eficiência — que premia performance de funcionários públicos, mas acaba funcionando como aumento de remuneração) — há mais de quinze dias na Casa Civil à espera de sanção presidencial. As decisões foram tiradas na assembleia nacional da categoria, na semana passada.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lourdes Costa

    Quer dizer que eles farão um protesto! Incrível! Pensei que era obrigação deles inspecionarem as bagagens. ELes estarão fazendo aquilo para que são pagos e fazem mal feito durante todo o ano. Parte do contrabando entra no país porque não fazem o trabalho direito. Provavelmente eles farão as revistas de forma demorada para atrapalhar a vida alheia.

    Curtir

  2. ViP Berbigao

    Jah q o assunto fronteiras veio à tona… onde estão os mais de 200 mil militares q nao nas fronteiras?!?! Acho evitariam a inundação de entorpecentes que o país vive e não somente meia duzia q estão hoje na linha de frente no Rio. Na verdade o que falta nesse país é vergonha na cara dos gestores/superiores.

    Curtir

  3. Osmar Serrragem

    Auditores da Receita Federal?? Coitadinhos… Ganhando 30.000 por mes… Horario pra lá de flexível….Chefe gente fina….Emprego vitalício… Aposentadoria com 100% dos vencimentos…Pensao idem…Coitadinhos…Sem reajustes em um pais falido…Para que eu vou chorar…Buáááá…..

    Curtir

  4. antonio carlos fraguas de carvalho

    ATÉ QUE ENFIM VÃO TRABALHAR DIREITO PELO MENOS UMA VEZ NO ANO. DROGAS ENTRAM TODO DIA VIA AEROPORTO.

    Curtir