Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Não há nenhum estudo para aumentar IR, diz Mantega

O ministro da Fazenda ressaltou que o objetivo do govento está em reduzir imposto

Por Da Redação 14 fev 2012, 13h03

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou nesta terça-feira que o governo estuda medidas para ampliar a cobrança de imposto em alguns investimentos, como renda fixa. “Não tem nenhum estudo para aumentar Imposto de Renda. Só pensamos em reduzir imposto”, disse Mantega. O ministro também reforçou que não há nenhum aumento de imposto previsto.

Mantega deve discutir ainda nesta terça-feira o corte do Orçamento com as ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffman, e do Planejamento, Miriam Belchior, no Ministério da Fazenda. De acordo com o ministro Mantega, o contingenciamento ao Orçamento deste ano ainda não está pronto, mas será suficiente para garantir crescimento dos investimentos e o cumprimento da meta cheia de superávit primário – em torno de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

O governo tem até o final desta semana para divulgar o corte no Orçamento de 2012 e os novos parâmetros para a economia brasileira, como previsão de receita e despesas. Por enquanto, o Orçamento sancionado pela presidente Dilma Rousseff em janeiro previa uma alta de 5% do PIB neste ano, mas o Ministério da Fazenda já mudou a projeção para 4,5%.

“Temos um desafio pelo frente que é nadar contra a corrente. Enquanto os países estão desacelerando, inclusive alguns emergentes… o Brasil vai crescer mais do que em 2011”, afirmou o ministro. Mantega também voltou a afirmar que o Congresso tem de ajudar na política fiscal, como fez em 2011, para evitar mais gastos de custeio.

(Com agências Estado e Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade