Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Na fuga de bilionários para a Flórida, um nome fica acima de todos

Controlador da Oracle, gigante do Vale do Silício, Larry Ellison comprou mansão em Palm Beach por preço recorde; mas prefere o Hawaii

Por Carlos Valim Atualizado em 24 jun 2022, 17h19 - Publicado em 24 jun 2022, 17h17

Durante a pandemia, uma série de bilionários americanos trocou de endereço, sendo que boa parte deles rumou para a ensolarada Flórida, impulsionando as vendas de mansões no estado. Mas o recorde de transação de valores foi batido com a aquisição na semana passada de uma casa à beira-mar no condado de Palm Beach por 173 milhões de dólares. O comprador foi Larry Ellison, co-fundador da californiana Oracle, um dos grandes nomes do Vale do Silício e de vendas de software corporativo.

Com uma fortuna estimada em 85 bilhões de dólares o que o torna um dos homens mais ricos do mundo, Ellison é conhecido, além de por sua força nos negócios, pelas mansões e barcos luxuosos. Também é lembrado como um dos inspiradores para a caracterização do personagem Tony Stark, na série de filmes do Homem de Ferro, da Marvel, vivido pelo ator Robert Downey Jr.

A mansão localizada em Manalapan, ao sul de South Beach, pertencia a outro nome conhecido da Califórnia, James Clark, cofundador da Netscape Communications. Possui 5.760 metros quadrados e mais de 30 quartos, segundo informações da agência de notícias Bloomberg. Ela se soma a outra adquirida por Ellison em North Palm Beach, no ano passado, por 80 milhões de dólares.

Nesta semana, foi a vez do bilionário investidor Ken Griffin anunciar que a sede do seu fundo Capital, que emprega mil pessoas em Chicago, se mudaria para Miami. A alegação é que a cidade do norte dos Estados Unidos se tornou muito violenta. Republicano, Griffin também cultivava conflitos com o governo local. Agora, a sua empresa ficará mais próxima para a mansão a qual se mudou durante a pandemia, também em Miami.

Outras empresas de investimentos ampliaram recentemente presença na Flórida, atraídas por menos impostos. São os casos do D1 Capital Partners, HRS Management, Goldman Sachs e Blackstone.

Apesar de toda essa tendência, o mais poderoso financeiramente dentre os novos proprietários de mansões locais não parece muito interessado em se mudar para o estado sulista. Um dos responsáveis por tornar o Vale do Silício o que é hoje ao desenvolver a Oracle em Santa Clara, Ellison possui propriedades em Malibu e na Baía de São Francisco, e durante a pandemia se mudou para Lanai, uma ilha do Hawaii.

Ele se tornou o virtual dono da sexta maior ilha havaiana, ao comprar em 2012 uma área que compreende 98% dela e mais dois resorts Four Seasons, por 300 milhões de dólares. Lá, uma das primeiras coisas que fez foi construir um sofisticado restaurante Nobu. Afinal, é importante ter boa gastronomia. Entre os visitantes ilustres recentes da ilha de Ellison, estão Elon Musk, Tom Cruise e Benjamin Netanyahu.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)