Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na crise, presidente do Grupo Silvio Santos deixa o cargo

Luiz Sebastião Sandoval trabalhava havia mais de 40 anos com Silvio Santos

Uma parceria de mais de 40 anos foi encerrada na noite de quinta-feira com a saída do executivo Luiz Sebastião Sandoval da presidência do Grupo Silvio Santos. Em comunicado oficial, a empresa apenas informa que ele pediu demissão em caráter irrevogável. Em seu lugar assume o sobrinho de Silvio Santos, Guilherme Stoliar, que também acumula 40 anos em várias funções no SBT. Até há pouco, ocupava o cargo de diretor executivo da rede de emissoras do empresário.

Stoliar demonstrou tranquilidade e disse que todos estão �chateados� com o que ocorreu, mas afirmou que assumir o novo posto �é natural na vida de um profissional�. Sobre a saída de Sandoval, alegou que a motivação é de ordem pessoal e não estaria relacionada com os últimos acontecimentos. �”Sandoval está abatido como qualquer um de nós. Tão logo soube da situação no Panamericano, convocou uma reunião com todos os executivos da casa.�”

Sandoval contou que deixou o grupo porque houve um momento de confronto com Silvio Santos. �”Ele queria decidir de uma maneira, eu de outra. Virou um conflito. Caso eu não concordasse, ele sugeriu que eu pedisse demissão. E foi o que eu fiz. É uma questão de opinião. Ele aceitou a decisão e, no comunicado, fez um elogio ao meu talento e dedicação ao grupo.�”

Segundo Sandoval, a crise do Banco Panamericano está bem resolvida. �O dinheiro do fundo garantidor está depositado no banco e garante o dia a dia da operação. “A Caixa Econômica está na sociedade. Em breve, tudo voltará ao normal.”� Não haveria outra razão para sua saída, além do que definiu como �”questão conflitante”�, sobre a qual não quis dar detalhes por enquanto. �”É como um casamento que vai se desgastando. Fiquei na presidência do grupo por 28 anos. É muita coisa.�”

(Com Agência Estado)