Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Musk tem dia de gênio excêntrico e ações da Tesla despencam

Bilionário classificou como 'chatas' e 'estúpidas' as perguntas feitas por analistas durante apresentação do balanço da empresa

Por Da Redação - Atualizado em 4 maio 2018, 17h57 - Publicado em 4 maio 2018, 01h38

Conhecido por seus empreendimentos inovadores no campo dos foguetes espaciais, dos carros elétricos e até dos lança-chamas “recreativos”, o bilionário sul-africano Elon Musk mostrou sua faceta de gênio excêntrico na última quarta-feira.

Durante uma conferência de resultados da Tesla, a empresa de carros elétricos da qual Musk é presidente executivo, ele mostrou impaciência com as perguntas dos analistas — classificando-as de “boring” (chatas) —, preteriu os especialistas para responder a questões de um youtuber, criticou a imprensa pela cobertura dos raros acidentes com morte envolvendo veículos autônomos (“Existem 1,2 milhão de mortes em automóveis por ano. Sobre quantas você lê?”) e, por fim, disparou: “Não temos interesse em satisfazer os especuladores. Eu não poderia ligar menos. Por favor, vendam nossas ações e não comprem mais”. Resultado: os papéis da companhia despencaram 5,55% na quinta, o equivalente a 2 bilhões de dólares em valor de mercado.

 

Confira abaixo alguns dos momentos da conferência. Os diálogos têm como base uma transcrição feita pela rede americana CNBC.

Publicidade

 

Publicidade