Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MPF abre inquérito para apurar apoio do BNDES ao JBS

Apoio incondicional do banco à empresa dos Batista levanta suspeitas de irregularidades

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro abriu um inquérito civil público para “apurar possíveis irregularidades” na aquisição de títulos do grupo JBS Friboi pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A conversão de um procedimento administrativo já em curso na Procuradoria do Rio em inquérito foi publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira. A investigação está a cargo do procurador Carlos Alberto Bermond Natal, da área de patrimônio público.

A procuradoria informou que o procedimento ainda está em fase inicial. O BNDES tem apoiado de forma extensa a expansão internacional do JBS Friboi. Há um ano, o banco de fomento comprou, por meio da subsidiária BNDESPar, praticamente todas as debêntures emitidas pela JBS para viabilizar a compra da Pilgrim’s Pride, gigante americana de carne de frango. A operação somou quase 3,5 bilhões de reais.

Diante da pouca transparência em relação aos critérios do apoio financeiro ao grupo brasileiro de carnes, o BNDES está sofrendo críticas, especialmente de concorrentes da JBS. O maior deles, o frigorífico Marfrig, também tem recebido apoio do BNDES para fazer aquisições, como foi o caso da Seara, há um ano.

O BNDES atua fortemente no segmento de carnes norteado pela Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP), que elegeu o setor como prioritário para a consolidação e internacionalização por ser um dos mais competitivos da economia brasileira. Uma nova versão para a PDP deve ser apresentada pelo governo ainda no início do mandato de Dilma Rousseff.

(com Agência Estado)