Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Movistar Argentina pagará US$ 41 milhões a clientes por defeito em celulares

Buenos Aires, 8 mai (EFE).- O governo argentino anunciou nesta terça-feira que cobrará uma indenização de 6,75 milhões de pesos (US$ 1,5 milhão) da empresa de telefonia celular Movistar, do grupo espanhol Telefônica, que além disso será obrigada a devolver aos seus clientes cerca de US$ 41 milhões devido a um defeito no serviço ocorrido em abril.

O ministro argentino de Planejamento, Julio de Vido, explicou que a indenização corresponde à ‘interrupção brusca do serviço’ ocorrida em 2 de abril, defeito que afetou 18 milhões de assinantes da companhia.

O ministro explicou ainda que a Movistar terá que pagar 10 pesos (US$ 2,2 dólares) para cada assinante, totalizando 185 milhões de pesos (cerca de US$ 41 milhões).

De Vido advertiu que o governo exigirá que as companhias aumentem seus investimentos no país. A Comissão Nacional de Comunicação (CNC) afirmou no dia do problema que o defeito no serviço da Movistar se deveu ‘a uma falha no software da Telefônica, em particular do sistema de sinalização, que é o que permite realizar chamadas, afetando a telefonia celular e em alguns casos também a fixa’.

A companhia, por sua parte, anunciou neste mesmo dia que os serviços voltaram a funcionar após várias horas e informou que concederia um abono correspondente a um dia para seus usuários, assim como mensagens de texto gratuitas durante a Semana Santa.

Existem na Argentina 50 milhões de celulares, 10 milhões a mais do que o número de habitantes do país. EFE