Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Dirce Camargo, a mulher mais rica do Brasil

Viúva do fundador do grupo Camargo Corrêa faleceu aos 100 anos, em casa

Dirce Camargo, viúva do fundador do grupo Camargo Corrêa, Sebastião Camargo, morreu na tarde deste sábado, em casa, aos 100 anos. Com uma fortuna estimada em US$ 11,5 bilhões, segundo a edição deste ano do ranking de bilionários da Forbes, ela era considerada a mulher mais rica do Brasil. Na lista global, ela ocupa a 87ª posição, conforme a publicação americana.

Leia também:

Banqueiros brasileiros perdem espaço no ranking da Forbes

Dirce deixa três filhas do casal: Regina, Renata e Rosana. Ela ainda era a controladora do conglomerado Camargo Corrêa, comandado pelos genros Luiz Nascimento e Carlos Pires, com a ajuda de uma equipe de executivos profissionais. O terceiro genro, Fernando Arruda Botelho, morreu num acidente de avião no ano passado.

Leia também:

Sem Eike no top 10, bilionários da Forbes acumulam fortuna de US$ 451,5 bi

O grupo – A Camargo Corrêa é uma holding familiar de capital fechado e tem mais de 73 anos de atuação. O grupo opera nas áreas de construção, infraestrutura, indústria e também na gestão de algumas marcas no Brasil e no exterior, como Alpargatas, fabricante da marca Havaianas, da qual tem o controle da companhia com 44,12% de participação.

Além disso, a Camargo Corrêa detém 25,7% do controle da CPFL Energia e 17% da CCR. Com atuação em 20 estados brasileiros, o grupo Camargo Corrêa opera em 17 países e emprega 58,4 mil pessoas.

(Com Estadão Conteúdo)