Clique e assine a partir de 9,90/mês

Moody’s reduz teto de rating doméstico da Grécia

Por Da Redação - 2 jun 2012, 14h09

NOVA YORK, 2 Jun (Reuters) – A agência de classificação de risco Moody’s reduziu na sexta-feira o teto para os ratings de emissores de dívida para o mercado local grego devido ao crescente risco de que o país saia da zona do euro, mas adicionou que não considera que esse seja o cenário mais provável para o país.

A Moody’s disse que reduziu a maior avaliação possível para emissores de dívida para o mercado local na Grécia para “Caa2”, abaixo dos maiores ratings atuais relativos a títulos gregos, que é “B1” para alguns bônus.

“Qualquer decisão relativa a ratings tomada como resultado do novo teto será divulgado durante a próxima semana”, disse a Moody’s em nota nesta sexta-feira.

A Moody’s indicou que, “embora o risco de uma saída da Grécia da zona do euro seja substancial, essa possibilidade não é considerada o ‘caso central’ do país ou o cenário mais provável”, disse.

A Grécia realizará eleições parlamentares em 17 de junho. Partidos políticos que apoiam e opõem-se aos termos do resgate internacional do país disputarão acirradamente pela vitória, segundo pesquisas de opinião.

A Moody’s disse que o risco de uma saída da Grécia da zona do euro pode aumentar após as eleições.

Abandonar o euro significaria grandes perdas para investidores, já que dívidas privadas e do governo emitidas sob lei grega seriam renomeadas e a economia e o sistema bancário do país seriam fortemente atingidos, disse a nota.

“Esse rompimento implicaria, de maneira geral, perdas adicionais para titulares de títulos de dívida emitidos por entidades gregas, independentemente da lei que os governa”, disse.

(Reportagem de William Schomberg)

Continua após a publicidade
Publicidade