Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Miuccia Prada é investigada por evasão fiscal na Itália

Grupo Prada é mais um de uma série de empresas de alto escalão a entrar na mira das autoridades fiscais italianas

A estilista italiana Miuccia Prada e seu marido, o presidente-executivo da Prada, Patrizio Bertelli, estão sendo investigados num inquérito de evasão fiscal da Procuradoria de Milão, disseram à Reuters três fontes com conhecimento da investigação nesta sexta-feira.

Um porta-voz dos advogados que representam a Prada Holding disse que não estava ciente da investigação. Por meio da Prada Holding, Miuccia, seus irmãos e marido controlam o grupo de luxo centrado na marca fundada por sua família em 1913. O Ministério Público de Milão se recusou a comentar.

A Prada Holding disse em dezembro que havia concluído um processo de divulgação voluntária de dados fiscais e que planejava repatriar ativos detidos no exterior, principalmente na Holanda, onde a companhia estava anteriormente baseada, e em Luxemburgo – países conhecidos pela baixa carga tributária.

O grupo é mais um de uma série de empresas de alto escalão a entrar na mira das autoridades fiscais italianas que apertaram a fiscalização tributária devido à crise econômica que atinge o país.

Em março do ano passado, os estilistas da marca italiana Dolce & Gabbana foram condenados a pagar uma multa de 343,4 milhões de euros por evasão de impostos. A comissão tributária de Milão já havia sentenciado Domenico Dolce e Stefano Gabbana em novembro de 2011, mas eles recorreram e só no ano passado a decisão da primeira instância foi tomada.