Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro espanhol diz que contração econômica crescerá

Por Cynthia Decloedt

Navacerrada, Espanha – A economia espanhola deve deteriorar-se no segundo trimestre, mas o governo tomará todas as medidas necessárias para garantir que atinja as metas orçamentárias deste anos, disse o ministro das Finanças, Luis de Guindos.

“Os indicadores disponíveis do segundo trimestre mostram uma contração econômica levemente maior” do que a do primeiro trimestre, afirmou em comentários feitos paralelamente durante conferência.

O PIB espanhol caiu 0,3% no primeiro trimestre em relação ao quatro trimestre do ano passado. Na semana passada, o banco central espanhol disse que a contração é maior no segundo trimestre, citando piora nas condições do crédito e na confiança causados pela crise de dívida soberana do país.

No começo do mês, o governo espanhol teve de pedir até 100 bilhões de euros à União Europeia para ajudar a recapitalizar os bancos, um movimento que elevou o custo dos empréstimos ao governo para níveis nunca vistos desde que o país ingressou no euro.

Guindos buscou, no entanto, dar um tom otimista à sua projeção, dizendo que o acordo recentemente firmado entre os líderes da União Europeia devem aumentar a confiança no sistema bancário da região. “Nos próximos trimestre veremos uma estabilização” na situação econômica da Espanha, acrescentou.

Em relação ao orçamento, o ministro das finanças disse que o governo tomará todas as medidas para garantir a meta de déficit do orçamento igual a 5,3% do PIB, uma redução significante do nível de 8,9% no final do ano passado. Os números sobre o orçamento divulgados na semana passada colocam em dúvida essa meta, uma vez que as receitas com impostos caíram pela primeira vez em cinco meses como resultado do enfraquecimento da atividade econômica. As informações são da Dow Jones.