Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro das Finanças grego renuncia, com saúde frágil

Notícia minimiza esforços do governo para amenizar os termos de um resgate internacional dias antes de uma cúpula europeia

O novo ministro das Finanças da Grécia renunciou por problemas de saúde nesta segunda-feira, minimizando os esforços do governo para amenizar os termos de um resgate internacional dias antes de uma cúpula europeia. Vassilis Rapanos, 64, presidente do Banco Nacional da Grécia, foi levado às pressas para o hospital na sexta-feira, antes de tomar posse, reclamando de dores abdominais, náusea e tontura. A mídia grega diz que ele tem um histórico de problemas de saúde.

Mais cedo na segunda-feira, os líderes dos três partidos anunciaram uma viagem para tentar persuadir credores céticos a lhes dar mais tempo para pagar a maciça dívida do país. O governo de Antonis Samaras, formado com uma aliança improvável de direita e esquerda no dia 17 de junho, prometeu ao povo grego que iria amenizar as exigências impostas pela União Europeia em troca de ajuda financeira do órgão. Porém, a Alemanha rejeitou grandes concessões ao país.

Leia mais:

Leia mais: Por que o mundo teme a saída da Grécia do euro

Saúde – Poucas horas depois da renúncia de Rapanos, um boletim médico informou que ele teria alta na terça-feira. Ele foi submetido a uma colonoscopia e a uma gastroscopia, disse à Reuters um funcionário do Hospital Hygeia, pedindo anonimato. Os exames “mostraram que tudo está completamente normal”, dizia o boletim. Sua família o estava pressionando para recusar o emprego estressante por causa de seus problemas de saúde.

(com agência Reuters)