Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Minério de ferro na China oscila perto da máxima de 3 meses

Por Da Redação - 9 abr 2012, 11h35

Por Manolo Serapio Jr

CINGAPURA, 9 Abr (Reuters) – Os futuros do minério de ferro ficaram perto da máxima em quase três meses nesta segunda-feira, refletindo as expectativas de que a demanda do maior consumidor, a China, possa se recuperar este mês e no próximo, à medida em que as atividades de construção são retomadas.

Os ganhos nos preços do aço da China devem reanimar gradualmente o apetite de siderúrgicas por minério de ferro bruto, apesar de o mercado físico continuar fraco, com diversos mercados fechados pelo feriado de Páscoa, incluindo a Austrália, grande exportador de minério, Hong Kong e grande parte da Europa.

O contrato mais ativo do vergalhão, o outubro, na bolsa de Xangai, subiu a 4.402 iuans (700 dólares) por tonelada, um nível não visto desde 17 de janeiro, antes de fechar a 4.379 iuans.

Publicidade

“O aumento nos futuros do vergalhão não está surpreendendo neste momento pois as pessoas esperam que a demanda seja maior em abril e maio, quando o setor de construção ficar mais ativo”, disse um trader de minério em Xangai.

“Mas se essa forte demanda vai se materializar ainda é uma questão.”

O lento crescimento econômico da China gerou dúvidas sobre seu apetite por matéria-prima neste ano, com o pico do preço do minério em 2012, de 147,70 dólares, em baixa de 23 por cento em relação ao maior nível do ano passado.

Havia pouca movimentação no mercado spot do minério de ferro nesta segunda-feira, com ofertas inalteradas pelo minério de ferro importado na China ante a semana passada.

Publicidade

(US$1=6,3153 iuans chineses)

Publicidade