Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Milhares protestam em Frankfurt contra a austeridade

Mais de 5 000 pessoas marcharam até a sede do Banco Central Europeu

Milhares de pessoas foram às ruas neste sábado de Frankfurt, na Alemanha, para protestar contra as políticas de austeridade aplicadas na Europa, em resposta a uma convocação do grupo Blockupy, formado depois do início dos protestos comandados pelo Occupy Wall Street, nos EUA, em 2011. O Blockupy culpa os cortes no orçamento e as reformas no mercado de trabalho apoiadas pelo FMI e por líderes políticos e financeiros da Europa pela recessão que assola o continente e pelas altas taxas de desemprego.

Mais de 5 000 pessoas – segundo estimativa da polícia – se reuniram no centro de Frankfurt antes de iniciar uma marcha em direção à sede do Banco Central Europeu. “Devemos dizer claramente que a política do Banco Central Europeu e da troica, submetidas à influência capital do governo federal, não é a solução”, disse o porta-voz do Blockupy, Roland Suss.

Leia mais:

Para Merkel, levará anos até zona do euro superar crise

“Pertenço à geração do ‘baby boom’ e tivemos uma vida relativamente boa. Mas agora estamos lutando por nossa própria sobrevivência”, disse Marica Frangakis, de 62 anos, manifestante grega que participa do grupo Attac. Na Grécia, acrescentou Frangakis, “as pessoas estão desesperadas por uma crise de cinco anos”. “Precisamos de mais solidariedade. O capital está unido e forte, no entanto mais e mais vozes se expressam na Europa em nome da esquerda”, completou, referindo-se às manifestações pela Europa.

(Com agência France-Presse)