Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Microsoft vai aposentar o aplicativo Paint após 32 anos

A empresa divulgou na última quinta-feira (20) uma lista com as 22 ferramentas que serão removidas ou descontinuadas da nova versão do sistema

Por Da redação Atualizado em 24 jul 2017, 18h22 - Publicado em 24 jul 2017, 16h49

O famoso Microsoft Paint, programa utilizado para criação de desenhos simples e edição de imagens no computador, será descontinuado pela Microsoft na próxima atualização do Windows 10, que ainda não tem data confirmada para ser disponibilizada.

A empresa divulgou na última quinta-feira (20) uma lista com as 22 ferramentas que serão removidas ou descontinuadas da nova versão do sistema. O Paint foi classificado como uma funcionalidade “descontinuada” – quando a ferramenta “não está em desenvolvimento e pode ser removida em versões futuras”.

De acordo com a Microsoft, “a intenção [da lista] é ajudar os clientes a considerar essas remoções e descontinuações para o seu próprio planejamento”.

Segundo a empresa, a lista está sujeita a alterações e pode não incluir todas as funcionalidades.

O Paint está entre as ferramentas da Microsoft desde a primeira versão do Windows 1.0, em 1985, e foi um dos primeiros editores de gráficos. Simples, o programa não exige grandes conhecimentos, mas perdeu espaço com a chegada de aplicativos online que têm a mesma simplicidade e possuem mais recursos.

Para o lugar do famoso programa, a Microsoft vai manter o Paint 3D, uma versão do programa que permite criar imagens e editar objetos tridimensionais.

Continua após a publicidade

Publicidade