Clique e assine a partir de 9,90/mês

Microsoft anuncia compra do Linkedin por US$ 26,2 bilhões

Acordo foi divulgado por meio de nota da assessoria da Microsoft, que vai pagar 196 dólares por ação da rede social

Por Da Redação - 13 jun 2016, 10h39

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira acordo para comprar a rede social LinkedIn por 26,2 bilhões dólares, ou 196 dólares por ação da empresa.

Pelos termos do acordo, o LinkedIn vai manter a “marca, cultura e independência”, segundo comunicado divulgado pela gigante da tecnologia. O presidente-executivo da rede social profissional Jeff Weiner continuará no cargo e vai passar a responder a Satya Nadella, presidente da Microsoft.

Leia também:

Sem crise: Disney quer seus produtos mais próximos de classe C e de jovens no Brasil

Continua após a publicidade

Educação financeira: como economizar aos 20 anos?

A transação também foi aprovada por Reid Hoffman, presidente do Conselho de Administração do LinkedIn e também acionista majoritário e cofundador da empresa. A expectativa é que o negócio seja concluído até o final deste ano.

O LinkedIn, rede social facilita a busca de empregos, tem 433 milhões de usuários no mundo e recebe 105 milhões e visitas por mês. “Juntos, podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o do Microsoft Office 365 e Dynamics com o objetivo de fortalecer cada pessoa e organização do planeta”, disse Nadella.

(Da redação)

Publicidade