Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Merkel, Monti e Papademos confiam em empréstimo à Grécia

Os líderes confiam que seja aprovado o resgate de 130 bilhões de euros à Grécia durante a cúpula da segunda-feira do Eurogrupo

A chanceler alemã, Angela Merkel, o primeiro-ministro italiano, Mario Monti, e o premiê grego, Lucas Papademos, se mostraram nesta sexta-feira confiantes em alcançar um acordo sobre o segundo resgate à Grécia na reunião do Eurogrupo na segunda-feira. Os três líderes conversaram por telefone e, conforme nota do Governo italiano, Merkel e Monti estarão em contato neste fim de semana por causa da reunião de segunda.

Leia também:

BCE vota intercâmbio de títulos gregos

Merkel adiou a viagem marcada para esta sexta-feira para Roma diante da renúncia do presidente federal, Christian Wulff, por acusações de corrupção e tráfico de influência. O novo resgate à Grécia era um dos principais assuntos a ser abordado pelos líderes na reunião. No entanto, apesar disso, os dois decidiram conversar por telefone com Papademos e discutir as questões relativas a crise grega durante o final de semana.

É possível que durante a cúpula da segunda-feira seja aprovado o resgate de 130 bilhões de euros à Grécia, embora o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, falou em mudanças na forma como será supervisionada a aplicação das medidas de ajuste e reformas estipuladas. Monti manifestou em outras ocasiões que a Itália é partidária de uma solução para a crise de dívida da Grécia e considerou que Atenas já deu “passos importantes”.

(Com agência EFE)