Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Merkel espera aprovação no Parlamento de novas atribuições do FEEF

Por Stephanie Pilick 25 set 2011, 17h53

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse este domingo que está confiante em obter, na quinta-feira, o aval do Parlamento para a ampliação de competências do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), graças aos votos de sua maioria liberal-conservadora.

“Quero minha própria maioria e confio em que a terei; esta semana farei campanha neste sentido”, disse a chanceler alemã em entrevista à emissora pública de TV ARD.

Nos últimos meses várias vozes dissonantes se levantaram no âmbito do partido conservador da chanceler, a CDU, e de seu parceiro liberal no governo (FDP), alimentando a especulação sobre um possível fracasso da votação.

No entanto, o êxito da votação da próxima quinta-feira parece certo, já que dois dos três partidos de oposição prometeram apoiar a ampliação das competências do FEEF, criado para ajudar os países da zona do euro ameaçados de suspender pagamentos devido ao seu elevado endividamento.

A chanceler descartou categoricamente uma saída da Grécia da zona do euro, bem como um retorno hipotético ao marco alemão, que segundo ela pesaria gravemente nas exportações alemãs.

Para Merkel, deve-se evitar o default parcial da Grécia.

“Não podemos destruir a confiança dos investidores no meio do caminho, porque então ninguém mais investirá seu dinheiro na Europa”, disse a chanceler, cujo ministro da Economia, o liberal Philipp Rösler, agitou os mercados ao mencionar um possível default ordenado da Grécia.

Continua após a publicidade
Publicidade