Merkel diz que a Grécia jamais deveria ter entrado na zona do euro | VEJA
Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Merkel diz que a Grécia jamais deveria ter entrado na zona do euro

Em campanha, a primeira-ministra voltou a acusar seu antecessor por ter deixado a economia grega entrar no bloco de moeda única

Por Da Redação 28 ago 2013, 14h14

A primeira-ministra alemã, Angela Merkel, em campanha para seu terceiro mandato nas legislativas de 22 de setembro, afirmou nesta quarta-feira em um comício que a Grécia jamais deveria ter entrado na zona euro.

Leia também:

Alemanha diz que ajuda de 11 bi de euros para Grécia é realista

Ministro diz que Grécia pode precisar de mais 10 bilhões de euros

Merkel atribuiu a responsabilidade desta “decisão basicamente errada” à oposição social-democrata de seu antecessor, Gerhard Schröder, segundo as imagens difundidas pela TV local.

A dirigente, que lidera as pesquisas, acusou mais uma vez Schröder de ter permitido em 2001 a entrada da Grécia na zona euro, debilitando com isso a estabilidade da moeda única.

Leia ainda:

Para Merkel, levará anos até zona do euro superar crise

(com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade