Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mercado reduz previsão e projeta PIB zero em 2015

Mediana da projeção de analistas ouvidos pelo Banco Central para o relatório Focus já aponta para inflação a 7,15% neste ano

As estimativas de economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) para o relatório semanal Focus já apontam para um crescimento zero do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Na semana anterior, a mediana das projeções ainda mostrava leve alta de 0,03%. Há um mês, ela estava em 0,40%. Para 2016, porém, a projeção se mantém em expansão de 1,50%.

O relatório mostra ainda diminuição da expectativa para a produção industrial. A mediana das projeções passou de 0,50% para 0,44% neste ano, mas permaneceu em 2,50% para 2016.

Leia ainda: Produção industrial cai 3,2% em 2014 – pior resultado em 5 anos

Se fosse um país, Califórnia superaria o Brasil como 7ª economia do mundo

A projeção média para a inflação também piorou. Os economistas ouvidos pelo BC estimam que os preços ao consumidor subam 7,15% em 2015, acima da expectativa da semana passada, de 7,01%. Se confirmada, essa será a maior alta de preços em onze anos. Até agora, a maior foi vista em 2004, quando o índice subiu 7,6%.

O ano já começou pressionado com a alta dos preços da energia elétrica e dos alimentos. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgada na última sexta-feira, acumulou alta de 7,14% em doze meses – a maior variação desde setembro de 2011 (7,31%).

Para a Selic, analistas projetam uma taxa básica de juros de 12,50% em 2015, pela nona semana consecutiva.

Leia também:

Inflação sobe para 1,24% em janeiro – a maior desde 2003

Copom vê inflação menor ainda em 2015, mas esforços ainda não são “suficientes”