Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mercado no Brasil deve crescer de 3% a 5%, diz Fiat

Por Da Redação - 31 jan 2012, 09h38

Por Álvaro Campos

Milão – O diretor comercial para o Brasil da montadora italiana Fiat, Lélio Ramos, afirmou hoje que o mercado automotivo no País vai crescer entre 3% e 5% este ano, com a queda nos juros reascendendo a demanda. “Nós acreditamos que o mercado vai crescer no mesmo ritmo do PIB brasileiro. Talvez mais”, comentou.

Segundo Ramos, o crescimento deve vir principalmente do segmento de carros de pequeno e médio porte. Mas, mesmo assim, o mercado brasileiro não vai mais registrar o grande crescimento de 7% ou 8% observado alguns anos atrás. “Nós não vamos mais crescer do jeito que era antes”.

Na primeira metade de janeiro, as vendas de carros e veículos comerciais leves no Brasil totalizaram 119.334 unidades. Embora esse volume represente um aumento de 4,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, é também uma queda de 24% em relação à primeira quinzena de dezembro – um período tradicionalmente de fortes vendas.

Continua após a publicidade

Em 2012, as projeções das associações industriais são de um crescimento de 4% a 5% no mercado automotivo brasileiro, com o banco central cortando a taxa básica de juros, o que torna os empréstimos mais baratos para os consumidores. A Fiat é a maior montadora do Brasil em termos de volume de vendas, e é no País que a divisão automotiva do grupo obtém quase todo seu lucro – excluindo a parceria com a Chrysler nos EUA. As informações são da Dow Jones.

Publicidade