Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Mercado mantém previsão para o câmbio

Por Da Redação
12 mar 2012, 09h29

Por Fernando Nakagawa

Brasília – O mercado financeiro manteve as projeções para o dólar no fim de 2012 e de 2013 na pesquisa Focus realizada semanalmente pelo Banco Central (BC). De acordo com o levantamento feito com cerca de 80 analistas, a previsão para a taxa de câmbio no fim de 2012 e no fim de 2013 foi mantida em R$ 1,75. A estimativa para o dólar no fim deste ano foi repetida pela quinta pesquisa seguida. Para 2013, a aposta segue inalterada há 14 semanas.

Para o câmbio médio, a previsão para 2012 subiu um centavo, de R$ 1,73 para R$ 1,74. Há um mês, analistas previam média de R$ 1,75 em 2012. Para 2013, contudo, a expectativa de câmbio médio no decorrer do ano foi mantida em R$ 1,75 pela décima semana seguida.

IGP-DI

Após cinco semanas consecutivas de redução das previsões para os IGPs em 2012, o mercado financeiro voltou a aumentar suas estimativas na pesquisa Focus. No levantamento, a mediana das projeções para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) em 2012 oscilou para cima, de 4,63% para 4,64%.

Continua após a publicidade

Para o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que atualiza a maioria dos contratos de aluguel, a previsão subiu de 4,47% para 4,56%. Quatro semanas atrás, analistas apostavam em altas de 4,86% para o IGP-DI e de 4,78% para o IGP-M em 2012.

Para 2013, a aposta para o IGP-DI foi na mesma tendência e subiu de 4,90% para 4,95%. Para o IGP-M do próximo ano, a projeção oscilou ligeiramente para baixo, de 4,95% para 4,94%. Há quatro semanas, a previsão era, respectivamente, de 4,97% e 5% para os dois índices de inflação.

A pesquisa também mostrou que a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em 2012 voltou a cair e passou de 5,02% para 4,57%. Há um mês, a expectativa dos analistas era de alta de 5,21% para o índice que mede a inflação ao consumidor em São Paulo. Para 2013, a mediana das estimativas recuou pela terceira vez seguida, de 4,83% para 4,80%, ante 4,83% estimados há quatro semanas.

Economistas mantiveram ainda a estimativa para o aumento do conjunto dos preços administrados – as tarifas públicas – em 2012 em 4%, previsão repetida pela sétima semana. Para 2013, a previsão de alta dos preços administrados manteve-se em 4,50% pela 109ª pesquisa consecutiva.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.