Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mercado Livre lança recurso para lojas receberem pagamento com QR Code

Mais de 12.000 estabelecimentos no Brasil já estão habilitados a receber pagamentos com a nova tecnologia

As formas mais comuns de pagamento de compras hoje são cartão de crédito e dinheiro. Meios populares no passado, como o cheque, estão quase caindo em desuso. A novidade é que agora os comerciantes já podem contar com o QR Code para receber o pagamento dos clientes.

A novidade foi lançada pela Mercado Pago, a fintech da Mercado Livre, que iniciou a implementação da tecnologia em lojas físicas do país. Hoje, mais de 12.000 estabelecimentos já estão cadastrados no sistema – caso dos restaurantes da rede América na cidade de São Paulo (SP) e das unidades da Pizza Hut de João Pessoa (PB) e Fortaleza (CE)

Para o lojista começar a utilizar a tecnologia, basta entrar no site e criar o QR Code do seu estabelecimento. Ele não paga nenhuma taxa e fica apto a receber pagamentos por esse meio.

O consumidor precisa ter o aplicativo do Mercado Pago ou do Mercado Livre no celular e selecionar a opção de pagamento com o Código QR. O usuário pode pagar com o saldo disponível em sua conta Mercado Pago ou selecionando um de seus cartões de crédito cadastrados no aplicativo. No caso de pagamento com cartão é necessário informar o código de segurança.

Na Argentina, onde a tecnologia foi lançada há cerca de dois meses, mais de 160 mil lojas e redes já estão aceitando o Código QR como meio de pagamento, incluindo Burger King, Freddo, Havanna e a rede de postos de combustível YPF, além de aplicativos de táxi. A expectativa é que, até o final do ano, cerca de meio milhão de usuários realizem pagamentos através do Código QR na Argentina, pelos apps do Mercado Livre e Mercado Pago.

Segundo a Mercado Pago, 12 milhões de usuários recorrentes dos aplicativos das empresas do grupo são potenciais usuários do QR Code, pois já têm a nova opção de pagamento disponível no celular.

“Essa tecnologia já é bastante utilizada em outros países e pode trazer muitas vantagens para o mercado brasileiro”, afirma Tulio Oliveira, diretor do Mercado Pago no Brasil.