Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mercado espera queda maior de Selic, para 7,5% em 2012

Para economistas,PIB brasileiro deve crescer 2,30% este ano, enquanto a inflação medida pelo IPCA é esperada para 5%

Os economistas ouvidos semana passada pelo Banco Central (BC) apostam em cortes ainda maiores da taxa básica de juros (Selic). Segundo relatório Focus desta segunda-feira, a projeção para Selic é de 7,5% para o fim do ano, o que significaria um corte de 1 ponto percentual em cima do atual índice (8,5%). Nas cinco semanas anteriores os economistas esperavam 8% na taxa.

Evolução da taxa Selic Evolução da taxa Selic

Evolução da taxa Selic (/)

Segundo o BC, analistas também mudaram sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB), passando-a de 2,53% para 2,30% no relatório desta semana. Com isso, os agentes econômicos continuam estimando que o crescimento em 2012 ficará abaixo do já fraco desempenho do ano passado, quando a expansão foi de apenas 2,7%. Para 2013, a expectativa de crescimento econômico caiu de 4,30% para 4,25%.

No primeiro trimestre o PIB brasileiro cresceu apenas 0,2% em relação aos últimos três meses de 2011. O pior cenário é na indústria, cuja produção registrou a segunda queda seguida em abril, ao recuar 0,2% frente a março.

Inflação – A expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no final do ano também diminuiu, ainda que ligeiramente, passando de 5,03% para 5%. Para 2013, economistas projetam inflação oficial em torno de 5,54% (antes era de 5,6%). Em maio, o IPCA desacelerou, ficando a 0,36%, após subir 0,64% em abril.

Ainda segundo o Focus, a taxa de câmbio prevista pelo mercado para o fim de 2012 agora é de 1,95 real por dólar, frente a 1,90 real por dólar na semana passada.

(Com agência Reuters)