Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mercado eleva previsão de inflação em 2014 para 6%

Economistas ouvidos pelo BC para o relatório Focus apostam que Copom elevará taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual na quarta-feira

Analistas do mercado financeiro elevaram sua projeção de inflação para 2014, informa a pesquisa semanal Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira. De acordo com o levantamento, a perspectiva para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ao final deste ano é de 6%, ante 5,97% registrados na semana passada. A projeção para 2015 permaneceu em 5,50%. Já entre os profissionais que mais acertam as previsões para a inflação no médio prazo, o grupo denominado pelo BC de Top 5, as previsões para o IPCA de 2014 apontam para uma taxa de 6,19%, no lugar da taxa de 5,90% da semana anterior (quatro semanas atrás estava em 5,75%).

Leia ainda: Inflação em dezembro tem maior aceleração em 10 anos e fecha 2013 a 5,91%

Inflação deve continuar a preocupar em 2014, dizem economistas

Também passaram por ajustes as estimativas para o IPCA de curto prazo. Para janeiro, a previsão foi recalculada de 0,73% para 0,74%. Um mês antes estava em 0,72%. Já para fevereiro foi mantida a taxa de 0,64% na Focus de uma semana para outra. Quatro semanas atrás, no entanto, a expectativa era de uma variação de 0,63%.

O Comitê de Política Monetária (Copom) deverá elevar a Selic de 10% para 10,25% ao ano na reunião da próxima quarta-feira, conforme o relatório. Pelo levantamento, há 11 semanas os analistas já preveem essa mudança. Não houve alteração na Focus, portanto, depois que o IBGE divulgou na sexta-feira passada uma taxa para o IPCA de dezembro e do acumulado do ano (5,91%) acima das previsões do mercado. A expectativa é de que a taxa chegue a 10,50% em fevereiro.

Um mês atrás, a perspectiva era de manutenção do patamar de 10,25% ainda no segundo mês do ano. Para o final de 2014, a mediana das estimativas na Focus para a Selic seguiu em 10,50% ao ano pela sétima semana seguida.

No caso de 2015, que passou agora a ser divulgada pelo relatório, a projeção é de um juro em 11,50% ao final do ano. Na semana anterior, estava em 10,25%, mesmo nível visto um mês atrás. Com isso, a Selic média de 2014 foi mantida em 10,37% ao ano, ante taxa de 10,38% de um mês atrás. Já em relação a 2015, a Selic média subiu de 10,85% para 11,03% de uma semana para outra – estava em 10,89% quatro semanas atrás.

O mercado também aumentou sua estimativa para o crescimento econômico em 2014. A projeção média para alta do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro passou de 1,95% na semana passada para 1,99% nesta. Para 2015, porém, a expectativa passou de 2,50% para 2,48%.

Leia mais:

Economia será ponto frágil de Dilma em 2014, diz revista

(Com Estadão Conteúdo)