Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Meirelles prevê PIB perto de 3% em 2018

Para justificar a melhora na expectativa, Meirelles citou dados de geração de emprego e de crescimento de diversos setores

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira  que a economia brasileira deve crescer acima de 2,5%, possivelmente ao redor de 3%, no próximo ano. Segundo ele, essa previsão, sujeita a mudanças, decorre de uma melhora do quadro econômico do país já no primeiro semestre deste ano.

“A expectativa é darmos no próximo ano um ritmo de crescimento acima de 2,5%, possivelmente ao redor de 3%. Mas esse é um quadro de previsão, sujeito obviamente a variáveis que estão em andamento”, disse o ministro em entrevista coletiva, após reunião ministerial no Palácio do Planalto.

Meirelles disse que a economia brasileira encontra-se em trajetória de recuperação. Citou dados de geração de emprego e de crescimento de diversos setores. Segundo ele, nos sete primeiros meses de 2017, o Brasil registrou criação líquida de 100 mil empregos.

Essa expectativa é melhor que a anunciada no último dia 15, quando a previsão era de que o país tivesse um crescimento de 2% para 2018.

Segundo o ministro, o país já mostra “evidências de crescimento concreto” em diversos setores, como a indústria de transformação, varejo ampliado e serviços, que cresceram, no 2º trimestre de 2017 em relação ao 1º trimestre. “Em resumo, o país já está em uma trajetória de crescimento durante o decorrer do ano”, disse.

Meirelles afirmou que o quadro positivo é resultado da austeridade fiscal e da confiança do mercado na economia, após a aprovação de projetos como o teto de gastos e reformas, como a trabalhista. De acordo com ele, todos esses pontos estão mostrando crescimento em “base sólida” da economia brasileira.

Para o segundo trimestre, o ministro já afirmou que o PIB deve ficar perto de zero ou até negativo, influenciado pelo baixo desempenho da agricultura. O PIB do segundo trimestre será divulgado na sexta-feira.

(Com Estadão Conteúdo)