Clique e assine a partir de 9,90/mês

Meirelles diz que limite para financiar imóveis será de R$ 1,5 mi

O limite, que é de até 950 mil reais vai passar para 1,5 milhão de reais

Por Da redação - Atualizado em 16 fev 2017, 21h42 - Publicado em 16 fev 2017, 07h55

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou em entrevista à Globonews que o governo irá elevar o limite de financiamento de imóveis com o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para 1,5 milhão de reais.

“Existe a possibilidade já há bastante tempo de se liberar contas inclusive ativas (do FGTS) para permitir o financiamento e a compra da casa própria. Esse limite, que é de cerca de 850 mil reais ou 950 mil dependendo da cidade, vamos aumentar para 1,5 milhão de reais”, afirmou Meirelles em entrevista na quarta-feira à noite, um dia depois de o governo divulgar o calendário para saque de contas inativas do FGTS.

“Isso significa que a classe média vai ser extremamente beneficiada, porque não só pode sacar as contas inativas, mas pode usar também recurso das contas ativas para financiar e pagar a casa própria”, completou Meirelles.

Meirelles também citou outras medidas para impulsionar o crescimento econômico, como o aperfeiçoamento das regras de execução de garantias, tanto de imóveis quanto de outros bens, buscando baixar a taxa de juros.

Continua após a publicidade

“É o regime de alienação fiduciária, que é muito melhor e mais rápido e mais seguro que a hipoteca, por exemplo”, disse ele.

(Com Agência Reuters)

Publicidade