Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Medvedev: Rússia é mais forte que alguns países da UE

Por Da Redação 19 nov 2011, 15h33

Por AE

Moscou – O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou hoje que a economia do país é mais forte do que a de alguns países da União Europeia (UE), apesar da alta inflação e da fuga de capitais. “No geral, nossa economia agora é mais homogênea e forte do que a economia de alguns países da UE” que enfrentam uma séria crise da dívida, comentou. “A inflação está sob controle e até mesmo caindo e este ano vai ficar em torno de 7%, seu menor nível”, disse, durante visita no sul do país.

Medvedev afirmou ainda que a fuga de capitais totalizou US$ 64 bilhões este ano, mas que isso não é “culpa” do governo, embora analistas afirmem que os investimentos estrangeiros estão sendo afetados pela corrupção, pela burocracia e pelos impostos. “Não é nossa culpa, mas é uma calamidade que nós precisamos absolutamente vencer”, disse.

O presidente afirmou também que a Rússia precisa ter mais conhecimento dos seus pontos fortes. “Nós precisamos nos esforçar. Eu acredito que nós precisamos gastar energia e dinheiro para fazer propaganda da economia russa, no sentido positivo da palavra.”

Medvedev assumiu a presidência em 2008 e deve ceder o posto para o primeiro-ministro Vladimir Putin em março do ano que vem. Durante seu mandato, ele tentou acelerar a modernização da economia russa, fortemente dependente da exportação de matérias-primas. As informações são da Dow Jones. (Álvaro Campos)

Continua após a publicidade

Publicidade