Clique e assine a partir de 8,90/mês

McDonald’s decide banir canudinho plástico no Reino Unido e Irlanda

A rede utiliza por dia 1,8 milhão de canudos no Reino Unido, onde 40 empresas assinaram pacto pela redução da poluição plástica

Por Redação - Atualizado em 15 jun 2018, 19h09 - Publicado em 15 jun 2018, 17h23

O McDonald’s substituirá os canudos de plástico por canudos de papel em todos os seus restaurantes no Reino Unido e Irlanda a partir de setembro. Com essa decisão, a rede de fast-food se une assim a mais de 40 companhias no Reino Unido que fizeram um acordo com o governo britânico que tem o objetivo de reduzir nos próximos sete anos a poluição provocada pelo consumo de plástico.

Segundo o McDonald’s, seus consumidores pediram uma mudança no serviço que se adaptasse a essa corrente de conscientização ambiental. A rede utiliza por dia 1,8 milhão de canudos no Reino Unido.

Para o ministro britânico de Meio Ambiente, Michael Gove, o passo dado pelo McDonald’s representa uma “contribuição significativa” para o cuidado do meio ambiente e é um “excelente exemplo” para outras empresas.

Na América Latina, incluindo o Brasil, serão realizados “testes para identificar a melhor forma de desestimular, reduzir e finalmente eliminar canudos de plástico nos seus restaurantes”, informa a Arcos Dourados, operadora da marca nessas regiões.

Uma das promessas do Pacto de Plásticos do Reino Unido é conseguir que 100% das vasilhas estejam preparadas para serem recicladas até 2025. Dentro do acordo, destaca-se, além disso, a proposta de conseguir que 30% de todas as vasilhas de plástico incluam material reciclado.

Continua após a publicidade

Poluição plástica

O combate à poluição plástica foi o tema escolhido neste ano pela Organização das Nações Unidas para o Dia Mundial do Meio Ambiente. De acordo com a campanha da ONU Mares Limpos (Clean Seas), um vilão dos mares são os microplásticos, partículas que medem menos de 5 milímetros e que estão presentes também em cosméticos e produtos de higiene. Pelo menos 51 trilhões de partículas de microplásticos já estão nos oceanos.

A campanha Beat Plastic Pollution convida as pessoas a agirem, individual ou coletivamente, para combater a poluição plástica. Isso pode ser feito por meio de algumas atitudes: parar de usar canudinhos e talheres de plástico, levar sua própria caneca para o trabalho, pressionar autoridades e empresas a melhorar a maneira como administram o lixo, utilizar sacolas de tecido ao fazer as compras e recolher o lixo plástico que encontrar nas praias, florestas e cachoeiras que visitar.

Só nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos são usados e descartados diariamente. Apesar de ter uma vida útil de dez minutos – o tempo que se gasta para tomar um refrigerante –, ele demora 500 anos para se decompor na natureza.

A guerra contra o produto ganhou força em 2015, depois que o vídeo de uma tartaruga viralizou na internet. Ela tinha um canudinho entalado em suas narinas. Mais recentemente, a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, decidiu proibir produtos de plástico em todo o Reino Unido.

(Com EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade