Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maria Fernanda deixa presidência da Caixa; vice assume

A convite do Ministério do Planejamento, a executiva deverá representar o Brasil no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)

A presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho, vai deixar o cargo nesta quinta-feira e será substituída pelo vice-presidente de governo da instituição, Jorge Hereda. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa do banco estatal e confirmadas pelo Ministério da Fazenda. Segundo informações do Ministério do Planejamento, a ministra Miriam Belchior convidou a executiva para ser representante do Brasil no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

As trocas na corpo executivo da Caixa envolvem também o ex-ministro da Integração Nacional Geddel Vieira Lima, que assumirá a vice-presidência de pessoa jurídica, no lugar de Carlos de Brito. O atual vice-presidente de atendimento e distribuição, Carlos Borges, será substituído por José Henrique Marques da Cruz, funcionário de carreira do banco. Na vice-presidência de controle e risco entra Rafael Rezende Neto e sai Marcos Roberto Vasconcellos, que passa a ocupar a vice-presidência de gestão de ativos de terceiros no lugar de Bolívar Moura Neto. Na vice-presidência de tecnologia de informação, sai Clarice Coppetti e entra o funcionário de carreira Joaquim Lima de Oliveira.

As mudanças no comando da Caixa ocorrem após as fraudes bilionárias no Banco Panamericano, que levaram à venda do controle da instituição para o BTG Pactual, em janeiro deste ano. No final de 2009, em meio aos desdobramentos da crise financeira global que fragilizou a posição de liquidez de bancos de médio porte, a Caixa adquiriu 49% do capital votante do Panamericano e parte das ações preferenciais da instituição por 739,2 milhões de reais.

Nas próximas semanas, a Caixa deve divulgar seus resultados do primeiro trimestre, em que deve contabilizar as perdas com o Panamericano, no qual foram detectadas fraudes contábeis na casa dos 4 bilhões de reais.

(com Reuters)