Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcopolo amplia investimentos em 28% até 2016

Por Tassia Kasser, correspondente

Porto Alegre – A Marcopolo, empresa fabricante de ônibus sediada em Caxias do Sul (RS), vai ampliar para R$ 450 milhões o valor de investimentos até 2016, R$ 100 milhões a mais, ou uma alta de 28,5%, sobre o montante anunciado no segundo semestre do ano passado. Os novos valores serão aplicados nas duas unidades de Caxias do Sul (RS) e na instalação da nova operação em São Mateus (ES), anunciada na última segunda-feira, esta última com investimento de R$ 35 milhões.

O restante deverá ser distribuído nas demais unidades da empresa em outros países – a Marcopolo tem operações também na África do Sul, Argentina, Austrália, China, Colômbia, Egito, Índia, México e Rússia.

Com os investimentos, a meta da empresa é atingir receita líquida consolidada anual de R$ 6 bilhões até 2016. Para este ano, a previsão é de R$ 3,6 bilhões. A produção em 2012 deve ser de 32,5 mil unidades, com perspectiva de superar as 40 mil até 2016 (em todas suas fábricas no mundo). O plano de expansão se iniciou em 2007 e até 2016 a empresa terá investido R$ 1 bilhão para crescer.

O foco da Marcopolo é aproveitar a demanda maior por ônibus que deve ocorrer nos próximos anos no País e utilizar esse crescimento de mercado para atingir a meta estabelecida para 2016. Para José Rubens de la Rosa, diretor-geral da Marcopolo, a demanda por ônibus em todo o mundo deverá aumentar, mas não de maneira uniforme em todo o mundo, por isso a necessidade de distribuição de recursos em cada mercado.

A escolha da instalação da planta no Espírito Santo, que produzirá os miniônibus da Volare, é estratégica pela competitividade para exportar para países da América Latina.

Por meio de nota oficial, a empresa detalhou apenas parte da distribuição dos recursos: R$ 100 milhões serão aplicados no Rio Grande do Sul entre 2012 e 2013 para a construção de novas instalações administrativas, um novo centro logístico e um novo centro de treinamento e formação profissional, além do desenvolvimento e lançamento de novos produtos e da aquisição de equipamentos.