Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Marca de cosméticos Benefit terá lojas no Brasil em 2015

Projeto que prevê abertura de franquias terá início no ano que vem, com oferta de produtos e 'soluções instantâneas de beleza'

Por Luís Lima 17 out 2014, 19h35

A marca de cosméticos americana Benefit vai expandir sua presença no Brasil por meio de franquias em 2015. Atualmente, os produtos da marca são vendidos exclusivamente nas 14 lojas da rede Sephora e também pelo e-commerce da companhia. “No ano que vem vamos dar início ao nosso projeto de Boutiques Benefit no Brasil, seguindo o padrão da marca que já tem lojas próprias em vários outros países do mundo”, afirmou Chloé Renard, diretora para a América do Sul, ao site de VEJA. “O diferencial por aqui é que o projeto será por meio do sistema de franquias, aproveitando o sucesso deste modelo de negócios no Brasil”, acrescenta.

O CEO da empresa, Jean-Andre Rougeot,havia anunciado, em abril do ano passado, a intenção de ampliar a presença da marca no país. À época, ele disse que era mais difícil expressar o DNA da marca em lojas multimarcas, e que o melhor lugar para isso seriam as boutiques, que aliam a venda de produtos a “experiências de beleza”. “Acreditamos muito no potencial da marca no Brasil. Desde que chegamos aqui, há três anos, a Benefit já cresceu muito e pretendemos continuar assim”, ressalta Renard.

De acordo com a executiva, as boutiques reforçarão a identidade da marca e vão oferecer, além de produtos, outros serviços, como o de depilação de sobrancelhas, marca registrada da Benefit no exterior. O público-alvo é composto por mulheres de 20 e 35 anos, vaidosas com a agenda cheia. Para elas, a Benefit traz o conceito de “soluções instantâneas de beleza”, que tem como objetivo resolver os dilemas da beleza feminina de forma rápida, simples e divertida.

Leia mais:

Beleza Natural cria modelo de sucesso no acirrado mundo dos salões

Viral da Dove sobre “real beleza” recebe 14 Leões no Festival de Cannes

Boticário abre fábrica de R$ 380 milhões na Bahia

A primeira boutique da Benefit foi inaugurada em 1976 pelas irmãs gêmeas Jean e Jane Ford, em São Francisco. Na década de 1990, a venda de produtos por meio de catálogos fortaleceu a empresa, que passou a atuar em lojas de departamento. Em 1999, foi comprada pelo grupo francês LVMH, que controla a grife Louis Vuitton. Desde então ampliou sua presença para mais de 40 países no mundo e 50 boutiques, sendo 25 nos Estados Unidos.

Desafios – Renard ressalta que uma das principais diferenças entre os EUA, principal mercado, e o Brasil é a questão tributária. “Altas taxas e impostos que temos aqui tornam nosso produto mais caro e menos acessível do que nos Estados Unidos” diz. “Isso às vezes é uma barreira para que possamos atender a um maior número de consumidoras, como é feito lá fora.”

Continua após a publicidade

Publicidade