Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marca de cosmético muda nome de produtos após acusação de racismo

Nomes para batons mais escuros como "eca" e "erro de digitação" geraram críticas à empresa americana ColourPop, que alterou os itens

A marca de cosméticos americana ColourPop trocou o nome de três batons após ser acusada de racismo. Enquanto os tons mais claros de uma linha lançada em junho, que deveria combinar com a pele de quem a usa, tinham nomes como “castelo”, “Veneza” e “bala de goma”, os três mais escuros eram “eca”, “erro de digitação” e “dume”. A leitura em inglês de “dume” pode soar como “transe comigo”.

Leia também:
Governo deve adiar envio da reforma da Previdência ao Congresso

Confiança do consumidor é a maior desde janeiro de 2015, diz FGV

A marca foi criticada por usuários em redes sociais, e na última semana alterou os nomes para “florescer”, “platônico” e “ponto Dume”, esclarecendo que “Dume” refere-se ao nome de um local em Portugal. “Pedimos desculpas e agradecemos ao feedback dado por nossos clientes”, disse a companhia em nota. A ColourPop prometeu revisar os procedimentos de escolha de nomes, para evitar casos como este no futuro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Dias da Silva

    Todo ser humano faz parte de uma raça decaída, que depende da misericórdia de Deus, não havendo portanto melhor nem pior. Tudo faz parte da necessidade de autoafirmação de alguns.

    Curtir