Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mantega ironiza críticas do presidente da BM&FBovespa

Por Da Redação - 11 ago 2011, 10h55

Por Adriana Fernandes e Renata Veríssimo

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, fez hoje uma grande ironia às críticas do presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, que ontem disse que a equipe econômica do governo estava fazendo “cara de paisagem” para as preocupações do mercado financeiro em relação às medidas cambiais voltadas ao segmento de derivativos.

Ao chegar hoje ao Ministério da Fazenda, Mantega fez declarações sobre a América Latina e, quando foi perguntado pela Agência Estado sobre as críticas feitas pela BM&FBovespa, o ministro entrou no elevador. Mas, logo em seguida, saiu do elevador, chamou os repórteres, colocou o óculos escuro no rosto, fez cara de paisagem e não falou nada. Questionado se essa era a expressão “de paisagem” a qual se referia Edemir Pinto, Mantega ajustou ainda mais o óculos e depois entrou novamente no elevador.

O presidente da BM&FBovespa, pela primeira vez ontem, criticou a postura do governo, ao afirmar que a equipe econômica não está atenta aos riscos e dúvidas das medidas adotadas.

Continua após a publicidade
Publicidade