Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mantega diz que recomposição do IPI dos automóveis será parcial

Depois da redução do tributo, o governo decidiu elevar gradualmente a alíquota do IPI, devido à queda da arrecadação

A redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre automóveis terá de ser revista em janeiro, mas a recomposição do imposto não será total, afirmou nesta quinta-feira o ministro da Fazenda, Guido Mantega. “Teremos que rever em janeiro o IPI dos automóveis, mas a recomposição do imposto certamente não será total”, afirmou o ministro a jornalistas após evento do JPMorgan em São Paulo.

Histórico – Após promover forte redução no IPI para veículos automotivos com o objetivo de estimular a economia por meio do consumo, o governo decidiu a partir deste ano elevar gradualmente a alíquota do tributo diante da dificuldade de arrecadação de receita.

Leia ainda:

Produção de veículos recua 10,7% em novembro

Pimentel cogita prorrogação do IPI reduzido de carros até março de 2014

Nova alíquota de IPI para linha branca entra em vigor

Havia expectativa de que a partir de janeiro o IPI voltasse aos porcentuais originais, mas Mantega descartou essa possibilidade, dizendo que isso traria grande impacto ao setor automotivo.

A decisão indica preocupação com um setor importante da economia no próximo ano, mas Mantega acredita que em 2014 a atividade econômica, de maneira geral, terá um desempenho superior a 2013, mesmo diante das turbulências pela redução dos estímulos do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos. O Fed vem injetando mensalmente 85 bilhões de dólares na economia norte-americana, com um programa de compra de títulos de dívida.

(com agência Reuters)