Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mantega descarta leilão de outros aeroportos agora

Por Da Redação 8 fev 2012, 15h18

BRASÍLIA, 8 Fev (Reuters) – O governo não tem planos de leiloar outros aeroportos além de Guarulhos, Viracopos e Brasília, disse nesta quarta-feira a jornalistas o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Segundo ele, o objetivo agora é consolidar a transferência dos três terminais licitados na segunda-feira para os concessionários e usar os recursos levantados pelo governo para investir no desenvolvimento da aviação regional.

“Estamos pensando em criar uma rede de aeroportos regionais. Os recursos arrecadados com a concessão não irão para o pagamento de dívida, para o superávit primário”, afirmou o ministro da Fazenda.

Mantega sustentou que os 24,5 bilhões de reais que serão recebidos ao longo do período de concessão dos três aeroportos serão aplicados em terminais regionais que tem menor rentabilidade.

A concessão de Guarulhos tem prazo de 20 anos, enquanto em Brasília o período é de 25 anos e em Viracopos é de 30 anos.

O processo de consolidação do leilão de segunda-feira passa por uma análise da capacidade financeira e gerencial dos vencedores. “A empresa tem que ter capacidade própria de financiamento, de investimento e de gerenciamento dos aeroportos”, afirmou Mantega. “A parte operacional é tão importante quanto a financeira”, emendou.

O ministro disse também não haver estudos para iniciar um novo processo de concessão dos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, ou Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte.

(Reportagem de Tiago Pariz)

Continua após a publicidade
Publicidade