Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 50 procuram licitação de FPSOs da Petrobras

RIO DE JANEIRO, 10 Fev (Reuters) – A licitação da Petrobras para a contratação de oito navios-plataformas tipo FPSO (Floating, Production, Storage and Offloading), equipamentos que produzem e armazenam petróleo, teve mais de 50 interessados, disse nesta sexta-feira o diretor de Serviços da estatal, Renato Duque, em evento no Rio.

“São cinco pacotes em licitação e cada um recebeu mais de 10 propostas. Podemos dizer que foram mais de 50 propostas, mas não necessariamente de 50 empresas diferentes”, disse o diretor da estatal durante evento no Rio de Janeiro.

Duque não quis revelar quais os valores envolvidos na licitação, mas comenta-se no mercado que esteja na faixa dos 6 bilhões de dólares a construção total das oito sondas. Os cascos dos equipamentos já estão sendo construídos no dique seco em Rio Grande (RS).

A realização do projeto de contratação será dividida em três etapas. Na primeira fase serão fabricados os módulos dos navios-plataforma FPSO. Posteriormente, a ideia é ter condições de fazer serviços de integração, recebendo os cascos já prontos e, mais adiante, a expectativa é de que o estaleiro possa fabricar plataformas, tanto semissubmersíveis quanto FPSO. A perspectiva é de que todo o empreendimento esteja concluído até o final de 2013.

Os navio-sonda serão utilizados nos blocos BM-S-09 e BM-S-11, do polo do pré-Sal da bacia de Santos. São parceiras da Petrobras nos blocos a BG, Repsol, Sinopec e a Galp.

Na noite de quinta-feira, a Petrobras fechou uma licitação recorde para a construção de sondas de perfuração, com o objetivo de ampliar a exploração do pré-sal. Os valores envolvidos são da ordem de 76 bilhões de dólares.

(Reportagem de Jeb Blount, Leila Coimbra e Sabrina Lorenzi)