Clique e assine com até 92% de desconto

Maia se reúne com centrais sindicais sobre reforma da Previdência

Encontro acontece nesta quarta-feira 29 e tem como objetivo pressionar o governo, uma semana antes da greve convocada pelas forças sindicais

Por Da redação Atualizado em 29 nov 2017, 13h05 - Publicado em 28 nov 2017, 17h19

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), receberá nesta quarta-feira o deputado Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical, e outros dirigentes das centrais sindicais, para discutir a reforma da Previdência.

A reunião, no Gabinete da Presidência, acontece uma semana antes da greve geral convocada pela Força, CUT, UGT, entre outras, para o dia 5 de dezembro. A mobilização acontece contra a proposta da reforma da Previdência.

Em novembro, as centrais sindicais já promoveram manifestações em vários pontos do país, tanto contra as reforma trabalhista quanto contra a da Previdência. O encontro com o presidente da Câmara vai funcionar como pressão. “Essa ida á Brasília é para dar visibilidade ao nosso repúdio à proposta. E faremos panfletagem sobre a greve no Congresso Nacional”, disse João Carlos Gonçalves, o Juruna, secretário-geral da Força Sindical.

  • PSDB

    Nesta terça-feira, Maia disse que sem os votos do PSBD, vai ser impossível aprovar a reforma da Previdência. Ele defendeu que o governo estude as propostas feitas pelos tucanos -reivindicações de concessões nas áreas de aposentadoria por invalidez, acúmulo de benefícios e nas regras de transição para servidores públicos.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade