Clique e assine a partir de 9,90/mês

Lula diz que Telebrás será usada para banda larga. Ações disparam

Por Da Redação - 19 Feb 2010, 16h47

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira, em visita a Três Lagoas (MS), que o governo vai recuperar a Telebrás. Questionado por jornalistas sobre a expressiva valorização das ações da Telebrás na bolsa nos últimos anos, Lula disse que “as ações de todas as empresas cresceram” durante seu governo.

“Que ela (Telebrás) vai crescer, vai, porque nós vamos recuperar a Telebrás. Nós vamos utilizar ela para fazer banda larga neste país”, disse o presidente, sem dar mais detalhes.

A declaração fez disparar a cotação das ações da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo, diante da expectativa de uso da antiga estatal das telecomunicações na ampliação do acesso à banda larga.

Antes da fala de Lula, os papéis da empresa subiam ao redor de 3%. Durante a tarde, chegaram a subir mais de 18%. No fim dos negócios, as ações ordinárias da empresa fecharam com alta de 14,21%, a R$ 2,41. Já as ações preferenciais subiram 14,81%, para R$ 2,48. Mais cedo, os papéis chegaram a subir mais de 18%. A Bovespa, no entanto, fechou em leve queda, de 0,35%.

Continua após a publicidade

O governo está trabalhando em um Plano Nacional de Banda Larga, com o objetivo de universalizar o acesso rápido à internet no país.

As ações da Telebrás têm exibido forte valorização na Bovespa diante da expectativa de que a empresa será o braço estatal na iniciativa.

(Com agência Reuters)

Publicidade