Clique e assine a partir de 9,90/mês

Lucro líquido da Honda cai 41% no 3º trimestre fiscal

Por Da Redação - 31 jan 2012, 10h06

Por Gabriel Bueno

Tóquio (AE) – A Honda Motor informou hoje uma queda de 41% em seu lucro líquido para o terceiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de dezembro, para 47,66 bilhões de ienes (US$ 612 milhões). A companhia previu uma queda em seu lucro para todo o ano fiscal, com o iene forte reduzindo seus lucros no exterior e a enchente na Tailândia prejudicando a retomada da produção, após o terremoto no Japão de março de 2011. Nesta terça-feira, as ações da companhia caíram 1,00% na Bolsa de Tóquio.

A Honda é a terceira maior fabricante de automóveis do Japão em volume. No mesmo período do ano anterior, o lucro líquido dela havia sido de 81,12 bilhões de ienes. A fabricante de automóveis estima agora uma queda de 60% em seu lucro líquido para todo o ano fiscal que se encerra em março, após contabilizar as perdas com a enchente tailandesa. A Honda, que planeja retomar a produção em sua fábrica na Tailândia no fim de março, estima agora que o desastre natural reduzirá suas vendas globais em 260 mil veículos.

O resultado difícil da Honda e a perspectiva não muito boa é um mau presságio para outras companhias do setor no Japão, que lutam com a pressão da moeda local, que se valorizou 15% nos últimos três anos ante o dólar.

Continua após a publicidade

O setor industrial do Japão enfrenta a crescente concorrência de algumas de suas rivais europeias e sul-coreanas, que têm ganhado espaço em parte apoiadas pela relativa fraqueza de suas moedas.

Enquanto enfrentam os problemas com o câmbio, as companhias automotoras japonesas esperam subsídios do governo, que podem ser introduzidos mais tarde este ano para impulsionar as vendas no mercado interno.

Entre outubro e dezembro, as vendas da Honda caíram 8,0%, para 1,943 trilhão de ienes, de 2,110 trilhões de ienes. O lucro operacional recuou 65%, para 44,30 bilhões de ienes, de 125,65 bilhões de ienes.

Para o atual ano fiscal que se encerra em março, a Honda espera um lucro líquido de 215 bilhões de ienes, uma queda de 60%, e um lucro operacional de 200 bilhões de ienes, recuo de 65%. As vendas devem ficar em 7,850 trilhões de ienes, uma queda de 12%. As informações são da Dow Jones.

Publicidade