Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Lucro do Banco do Brasil cresce 40% e chega a R$ 4,2 bi no 1º trimestre

Banco diz que resultado é o maior da sua história e foi influenciado pelo crescimento na carteira de crédito

Por Da redação - Atualizado em 15 jul 2019, 14h59 - Publicado em 9 maio 2019, 09h21

O Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de 4,2 bilhões no 1º trimestre. O resultado representa um aumento de 40.3% na comparação com mesmo período do ano passado, quando o lucro foi de 3 bilhões de reais. O balanço foi divulgado pela instituição nesta quinta-feira, 9.

“Esse foi o maior resultado nominal em um trimestre na história do BB”, informou o banco, em comunicado. O resultado da instituição foi percentualmente maior que o dos três bancos privados no período: O Bradesco cresceu 22,2%, o Santander, 21,9%, e o Itaú, 7%.

Segundo o BB, o resultado foi influenciado “pelo crescimento do crédito com foco nas linhas com melhor relação risco/retorno e manutenção da qualidade da carteira; e pela especialização do atendimento somado ao avanço da estratégia digital com impactos positivos no desempenho das rendas de tarifas, bem como no controle das despesas e na satisfação dos clientes”.

A carteira de crédito totalizou 684,1 bilhões de reais, crescimento de 0,8% em 12 meses, com destaque para pessoa física e agronegócio, que avançaram 7,8% e 1,5% na comparação anual. O índice de inadimplência superior a 90 dias atingiu 2,59% no final de março.

Publicidade

O BB anunciou também que serão distribuídos R$ 1,6 bilhão aos acionistas em forma de Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) no trimestre, o que representa um crescimento de 93,2% na comparação com o 1º trimestre de 2018.

Publicidade