Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucro da Whirlpool cai 58%, afetado por Brasil

Impacto do câmbio nos resultados do Brasil afetaram lucro da empresa, dona das marcas Brastemp e Consul

A fabricante de eletrodomésticos Whirlpool teve queda de 58% no lucro no terceiro trimestre deste ano, para 74 milhões de dólares, de 177 milhões de dólares no mesmo período do ano passado.

As vendas líquidas recuaram 2,8%, para 4,5 bilhões de dólares, mas a empresa destacou que houve aumento de cerca de 5% quando se exclui o impacto do câmbio e os menores créditos fiscais no Brasil, onde a Whirlpool é dona das marcas Brastemp e Consul. Analistas consultados pela Thomson Reuters previam lucro de 1,60 dólar por ação e receita de 4,58 dólares por ação. A margem bruta aumentou para 15,7%, de 12,4%.

Na América do Norte, a região de maiores vendas da empresa, a receita subiu 2% na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, mesmo com uma queda de cerca de 5% nos embarques, enquanto na América Latina as vendas ficaram estáveis, embora tenham subido 21% quando excluído os efeitos do câmbio e dos créditos fiscais no Brasil.

Na Europa, Oriente Médio e África as vendas diminuíram 20%, ou 10% se excluído o impacto do câmbio, com recuo de cerca de 9% nos embarques. Na Ásia as vendas caíram 6,5%, apesar de terem aumentado 2% excluindo o câmbio, e os embarques declinaram 1%.

A Whirlpool elevou sua previsão de ganhos neste ano para entre 6,90 dólares e 7,10 dólares por ação, em vez de entre 6,50 dólares e 7 dólares como calculado anteriormente.

(Com Agência Estado)