Clique e assine a partir de 9,90/mês

Lucro da Best Buy cai 91% após reestruturação

Vendas em lojas caíram 3,2% no segundo trimestre

Por Da Redação - 21 ago 2012, 11h35

O lucro da varejista de produtos eletrônicos Best Buy despencou 91% no segundo trimestre fiscal deste ano, encerrado em 4 de agosto, para 12 milhões de dólares, de 128 milhões de dólares no mesmo período do ano passado. Os resultados deste ano incluem uma despesa com reestruturação de 91 milhões de dólares, relacionada principalmente ao fechamento de lojas.

A receita caiu 2,8%, para 10,55 bilhões de dólares. Analistas consultados pela Thomson Reuters previam receita de 10,63 bilhões de dólares. A margem bruta da companhia diminuiu para 24,3%, de 25,4%. Às 10h22 (de Brasília), as ações da Best Buy recuavam 9,86% em Nova York.

Leia mais:

Conheça as redes varejistas americanas que não querem o mercado brasileiro

Continua após a publicidade

As vendas no conceito mesmas lojas – que refletem a receita em pontos abertos há pelo menos 14 meses – declinaram 3,2% no segundo trimestre. Nos EUA, as vendas caíram 1,6%, enquanto nos mercados internacionais a companhia registrou queda de 8,2% nas vendas.

A Best Buy também suspendeu suas projeções para este ano, citando as expectativas reduzidas para as vendas no setor e as incertezas associadas com vários lançamentos de produtos previstos para o segundo semestre. Os resultados trimestrais foram publicados um dia depois de a empresa nomear um novo executivo-chefe e informar que estão paralisadas as negociações com o fundador e maior acionista, Richard Schulze, que recentemente propôs a compra da Best Buy em um acordo de quase 9 bilhões de dólares.

(Com Agência Estado)

Publicidade