Clique e assine com 88% de desconto

Lojas registram mais de 2 mil reclamações nas primeiras horas da Black Friday

De acordo com Reclame Aqui, cinco empresas mais questionadas totalizaram 1.100 queixas. Submarino liderava o número de notificações

Por Da Redação - 28 nov 2014, 11h24

As cinco lojas com mais reclamações na Black Friday totalizaram 1.100 queixas nas primeiras 11 horas desta sexta-feira, de acordo com o sites Reclame Aqui. Ao todo foram mais de 2 mil reclamações contra 186 empresas entre lojas físicas, virtuais e bancos. Nas primeiras 12 horas do evento no ano passado, os consumidores fizeram 3.500 reclamações. “A maior diferença que notamos neste ano é um amadurecimento do consumidor, que sabe reclamar melhor e está, desde bem antes da Black Friday, atento a eventuais problemas que possam acontecer”, disse o diretor executivo do Reclame Aqui, Edu Neves, em comunicado.

Leia também:

Em 2014, Black Friday quer deixar de ser ‘Black Fraude

Varejo espera faturar R$ 1,2 bi com Black Friday

Publicidade

Saiba como evitar as armadilhas da Black Friday

A empresa com maior número de reclamações nas primeiras 11 horas da Black Friday foi o Submarino, com 383 queixas. Para se ter ideia, a companhia recebeu em média 29 notificações por dia nos últimos seis meses. Na sequência estavam Americanas.com (311 queixas), Saraiva (252 queixas), Netshoes (92 reclamações) e Extra.com.br (62 reclamações).

Entre os principais motivos de descontentamento dos consumidores estão propagandas enganosas, preços maquiados e erros no processamento dos pedidos nos sites das lojas.

Durante a madrugada, muitos sites ficaram fora do ar devido ao grande número de acessos. Mas, desde o amanhecer, consumidores também relatavam problemas com preços, condições de pagamento, entregas e falta de produtos. O Reclame Aqui informou que somente nas primeiras 11 horas da Black Friday de 2014 o site superou o número de visitantes observado em toda a Black Friday de 2013, com previsão de mais de 1 milhão de acessos nesta sexta-feira.

Publicidade