Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Liga do Norte prevê dificuldades para novo governo na Itália

Por Da Redação 13 nov 2011, 13h09

ROMA (Reuters) – Um governo italiano de emergência liderado pelo ex-comissário europeu Mario Monti terá muitos problemas para adotar reformas econômicas, disse no domingo um membro da coalizão de centro-direita que está deixando o poder.

O demissionário ministro Interior, Roberto Maroni, uma figura proeminente do parceiro da coalizão da Liga do Norte, confirmou em uma entrevista na televisão que o partido se opunha ao governo tecnocrático liderado por Monti, que deve ser confirmado como novo primeiro-ministro neste domingo.

“As decisões de Monti terão que passar pelo Parlamento e acho que com uma maioria tão heterogênea os problemas serão diversos. Eu acho que esta solução irá conduzir a muitos problemas”, disse Maroni.

Espera-se que o novo governo seja apoiado pelo principal partido de centro-esquerda, alguns de centro e parte do PDL de Silvio Berlusconi, que governou em parceria com a Liga do Norte desde 2008. Berlusconi renunciou no sábado.

Maroni disse que um governo baseado em tais forças diversas não poderia tomar decisões rápidas e consistentes.

(Reportagem de Giuseppe Fonte)

Continua após a publicidade
Publicidade