Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Levy diz ser preciso ‘coragem’ para arrumar economia

A discussão sobre os ajustes a serem implementados permeou toda a solenidade de posse da presidente Dilma

Por Laryssa Borges 1 jan 2015, 17h21

O novo ministro da Fazenda Joaquim Levy disse nesta quinta-feira, após a presidente Dilma Rousseff ser empossada no Congresso Nacional, que será preciso “coragem” para implementar medidas para promover os ajustes econômicos necessários para garantir a retomada do crescimento da economia e a geração de emprego nos próximos quatro anos. “A presidente deu a orientação dos compromissos com o objetivo de a gente ter crescimento, mais emprego e mais qualidade de vida. A gente vai conseguir. Tem que ter a coragem para fazer o que for necessário, e a gente vai conseguir isso”, disse Levy.

Leia também:

Dilma diz que vai priorizar ministério que tirou do PT

Dilma assume novo mandato para fazer o contrário do que pregou na campanha

Com a previsão de economia brasileira crescer apenas 0,5% em 2014, conforme projeções do mercado, e depois de a geração de emprego ter tido o pior novembro desde 2008, o cenário econômico foi um dos principais pontos do discurso de posse da petista aos parlamentares. Na semana passada, Dilma já havia afirmado que seriam necessárias “medidas drásticas” na economia e deu ordens para o endurecimento das regras de concessão de benefícios como seguro desemprego e pensão por morte.

A discussão sobre os ajustes a serem implementados permeou toda a solenidade. O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, por exemplo, classificou 2015, como um “ano de ajustes necessários”. O novo ministro do Desenvolvimento Armando Monteiro disse que o governo precisará buscar o reequilíbrio macroeconômico para garantir a retomada do crescimento e defendeu melhorias nos ambientes regulatório, tributário e de comércio exterior.​

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)