Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Lagarde insultou os gregos, considera Evangelos Venizelos

Por Emmanuel Dunand - 27 maio 2012, 10h34

O líder do partido socialista da Grécia, Evangelos Venizelos, considerou que a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, “insultou” os gregos, ao se referir, entre outras coisas, aos que “em todo momento” procuram “não pagar impostos”, indicou neste domingo a televisão.

“Ninguém pode humilhar o povo grego durante uma crise e me dirijo em particular à senhora Lagarde (…) que insultou os gregos”, declarou Venizelos na noite de sábado.

Em declarações publicadas no sábado no jornal britânico The Guardian, a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que os gregos deveriam “começar a se ajudar” pagando seus impostos, e declarou-se menos preocupada por seu destino do que pelo das crianças da África.

Ao ser perguntada sobre as dificuldades do povo grego, Lagarde respondeu: “Em relação aos gregos, também penso nas pessoas que em todo momento buscam não pagar impostos”.

Publicidade

Lagarde assegurou que o Fundo Monetário Internacional não tem a intenção de flexibilizar os termos do plano de austeridade imposto à Grécia, em troca de um multimilionário plano de resgate.

Publicidade