Justiça exige que Gol readmita funcionários da WebJet

Durante audiência entre as partes realizada nesta terça-feira, foi estabelecida uma multa diária de 1 mil reais por trabalhador em caso de descumprimento

Por Da Redação - 18 dez 2012, 13h16

A Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro vai expedir um mandado exigindo o cumprimento da liminar que determina a reintegração dos funcionários da WebJet demitidos pela Gol. Durante audiência entre as partes ocorrida nesta terça-feira, foi estabelecida uma multa diária de 1 mil reais por trabalhador em caso de descumprimento.

A Gol disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que vai readmitir os trabalhadores assim que receber o mandado. A empresa espera que isso ocorra em até 24 horas. Apesar disso, a companhia aérea informou que pretende recorrer da decisão da Justiça.

HistóricoA Justiça do Trabalho no Rio de Janeiro declarou na última sexta-feira a anulação das 850 demissões de funcionários da WebJet anunciadas no final do novembro junto ao fechamento da companhia aérea. A decisão foi dada em liminar assinada pelo juiz da 23ª Vara do Trabalho.

O MPT-RJ argumentou que a Gol não realizou negociação prévia com o sindicato da categoria, seguindo as determinações do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A empresa também descumpriu termo firmado com Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), na compra da WebJet. Segundo o órgão, a Gol assumiu no referido termo o compromisso de manter os empregos dos funcionários da WebJet.

Publicidade

Leia também:

Oferta no setor aéreo brasileiro cai 5,62% em novembro

Gol reduz a oferta, mas não a eficiência, diz CEO

Passagem aérea dispara 13,62%, aponta Fipe

Publicidade

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade