Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça decide que sola vermelha é exclusividade de Louboutin

Batalha judicial contra Yves Saint-Laurent ocorre há mais de um ano, devido ao fato de a marca francesa ter usado o tom vermelho de Louboutin em seus sapatos

A fabricante francesa de calçados de luxo Christian Louboutin conseguiu nesta quarta-feira que a Justiça americana reconhecesse como marca registrada sua famosa sola vermelha, ao ganhar, em apelação, um processo contra a concorrente Yves Saint-Laurent.

A decisão do tribunal de segunda instância de Nova York reverte assim uma primeira decisão de um juiz de Manhattan que havia rejeitado a queixa da Louboutin quanto à propriedade exclusiva na utilização de solas vermelhas nos sapatos femininos.

A Louboutin abriu um processo de um milhão de dólares contra a Yves Saint-Laurent (YSL) em abril do ano passado, depois que sua concorrente colocou à venda sapatos com solas vermelhas nas lojas de Manhattan. Contudo, uma sentença em primeira instância assinada pelo juiz Victor Marrero, em agosto de 2011, havia favorecido a Yves Saint Laurent, provocando uma apelação por parte da Louboutin em outubro passado.

Celebridades famosas calçam Louboutin, de Oprah Winfrey a Caroline de Mônaco. Sarah Jessica Parker os exibia no seriado “Sex and The City” e Jennifer López usou-os no clipe “Louboutins”.

A marca brasileira Carmen Steffens também tem problemas com a Louboutin por causa das solas. Poucos meses depois de abrir uma loja na Rue de Grenelle, em Paris, a empresa recebeu uma carta do fabricante francês reprovando-a pela utilização da sola vermelha em alguns modelos.

Leia mais:

Hermès quer levar Louis Vuitton aos tribunais

Para a Hermès, o luxo é acessível à classe média – menos no Brasil

Como a Hermès luta para não cair nas garras da Louis Vuitton

Hermès vence LVMH na batalha da indústria do luxo

(Com agência France-Presse)