Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Juro mais baixo no consignado do INSS entra em vigor

Limite máximo de juros caiu para 2,14% quando envolver o benefício da Previdência e para 3,06% nas operações por meio de cartão de crédito

Por Da Redação - 23 maio 2012, 10h40

A redução do teto máximo de juros para operações de empréstimo consignado para aposentado e pensionista do INSS entrou em vigor nesta quarta-feira.

Resolução do Diário Oficial traz as determinações tomadas nesta terça-feira em reunião do Conselho Nacional de Previdência Social. A entrada em vigor das taxas reduzidas dependia, no entanto, da publicação no DO, o que ocorreu na edição desta quarta-feira.

O limite de juros nas operações de empréstimo consignado caiu para 2,14% quando envolver o benefício previdenciário e para 3,06% nas operações realizadas por meio de cartão de crédito.

Segundo informou o presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild, as taxas praticadas no mercado tendem a ser inferiores ao teto devido à concorrência entre os bancos.

Publicidade

De acordo com Hauschild, durante discussões técnicas com o Banco Central alíquotas mais baixas foram cogitadas, mas houve uma preocupação com a capacidade de os bancos oferecerem crédito mais barato. Alíquotas menores neste momento poderiam prejudicar o spread e a capacidade de funding das instituições financeiras, de acordo com Hauschild.

(com Agência Estado)

Publicidade